Uma aula por semana – Taylorismo, educação, motivação, práticas

A Categoria “Uma aula por semana” surge da minha vontade de compartilhar com vocês as aulas interessantes que eu tenho na universidade, expondo o tema que foi discutido, como decorreu a discussão e como resultou. E quando eu não tiver aula? Bem, as férias estão chegando, então a ideia é de nas férias fazer o “Uma aula por semana (Férias)”, que vai ser uma abordagem um pouco diferente, ao invés das aulas que tenho na universidade, irei compartilhar com você aprendizados do dia-a-dia. Afinal, a educação vai muito além dos muros da universidade e da escola. A Educação é linda por isso, nela temos o mundo e fazemos a troca de saberes.

Vamos à nossa primeira aula:

 Format:  Fotopositiv  Dato / Date:  Ukjent  Fotograf / Photographer:  Navn på fotograf   Sted / Place:  Ukjent  Eier / Owner Institution:  Trondheim byarkiv, The Municipal Archives of Trondheim  Arkivreferanse / Archive reference:  Tor.H43.B75.F5204
Imagem: Ukjent

O tema da aula foi Taylorismo. Afinal, o que é Taylorismo?

“Sistema de organização do trabalho, especialmente industrial, baseado na separação das funções de concepção e planejamento das funções de execução, na fragmentação e na especialização das tarefas, no controle de tempos e movimentos e na remuneração por desempenho.” Antonio David Cattani

Por quem foi pensado?

F. W. Taylor (1856-1915) , engenheiro norte-americano. E de acordo com ele “os trabalhadores não são pagos para pensar, mas para executar”.

Sendo esse Taylorismo, classificado como um modelo científico. E, “organizado pelo taylorismo, o trabalho transfigurou-se em atividade: fragmentada, repetitiva, monótona e desprovida de sentido. Perdendo sua autonomia, sua capacidade de usar a criatividade, o trabalhador transformou-se em operário-massa, alienado do conteúdo do seu esforço produtivo.” Antonio David Cattani

Bem, como podemos ver, o Taylorismo é um pensamento da era industrial, de produção do sistema capitalista. Mas o que foi discutido entre os alunos (Pedagogia, Administração, Letras, dentre outros cursos) e a professora  foi a relação entre o Taylorismo e a Educação.

Foi discutido que:

O sistema escolar tradicional tem características desse sistema industrial (afinal de contas foi a partir dali que ela se organizou dessa maneira). E quais características são essas?

Imagem: Christopher Sessums
Imagem: Christopher Sessums

– Alunos enfileirados.

– Uniformizados.

– O Tempo é único para todos.

– Alienação.

– Transformação dos alunos em máquinas repetitivas, assim como os operários nas fábricas.

Além disso, a discussão também foi para o lado de como algumas práticas educativas poderiam melhorar, já que para alguns alunos esse modelo foi pensado como negativo para a educação. No decorrer da aula os alunos falaram sobre o que transformariam na educação, como retirada de conteúdos fragmentados ou talvez unir conteúdos que conversem, havendo dois professores em sala para discutir tal assunto, um de cada conteúdo, como Biologia e Química. Em relação à isso, ainda discutiu-se as dificuldades de retirar a separação de conteúdos e colocar os dois professores em sala.

Também, foi criticada a formação dos professoras, tanto da Pedagogia, quanto das Licenciaturas. Que muitas ideias ficam na teoria, mas não vão para a prática e a necessidade de existir uma escola de aplicação, na nossa universidade, para que os professores tivessem uma melhor formação na prática, podendo assim, ver as práticas educativas e analisar como o ensino e aprendizagem pode melhorar.

Outra questão debatida foi a motivação do profissional no modelo do Taylorismo e no modelo atual, sendo que alguns alunos e a professora concordaram que algumas características desse modelo, ainda estão no mundo do trabalho atual. Que a repetição desestimula o trabalhador, como o professor. E na minha opinião é a falta de motivação que faz com que muitas vezes o professor não seja um bom profissional, as vezes ele não queria realizar o trabalho dele àquela maneira, mas de alguma forma tem que seguir um modelo, então ele se sente sem motivação, problema que afeta sua saúde e estilo de vida.

O famoso vídeo do Pink Floyd, foi citado como exemplo desse modelo industrial e a educação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s