Aprendi com o Transformar 2015…

Foto: Luciana Serra
Foto: Luciana Serra

Olá! Na semana passada participei pela manhã do Transformar 2015 através do Canal Futura bem aqui na minha casa no DF. A educação não tem mesmo fronteiras e buscar estar aprendendo tanto na Universidade e fora dela é de suma importância. Valorizo muito minha formação na Universidade, mas acredito que para eu ter uma formação mais completa preciso buscar aprender em outros espaços. E se tem um lugar que eu sempre vou aqui na rede é no Porvir e lá descobri o Transformar.

Mas, o que é/foi o Transformar?

Um evento sobre inovação na educação que traz experiências que estão transformando a educação do país e do mundo.

Promovido por Fundação Lemann, Inspirare/Porvir e Instituto Península, o evento busca promover o debate sobre as últimas tendências em educação, unindo especialistas nacionais e internacionais. Nesta edição, os participantes vão viver um dia inteiro de experiências novas e surpreendentes, enquanto debatem sobre metodologias, processos e infraestrutura necessários para implementar inovações educacionais.

Essa descrição do que é o evento está no futuro, mas o evento já aconteceu e eu venho aqui compartilhar o que eu aprendi com ele. O Transformar falou sobre Currículo e Interdisciplinaridade, Competências para a vida no século 21, Ensino Híbrido, dentre outros temas que estão no mundo da educação atual.

Transformar2015_25
Foto: Luciana Serra

As primeiras frases que eu anotei que apareceram no evento foram:

  • Fazer a diferença na Educação.
  • Como ter uma Educação que gere mais sentido?
  • Ensino Híbrido, movimento Maker, conectividade, novas formas de avaliação.
Transformar2015_32
Foto: Luciana Serra

Assisti a palestra da Marjo Kyllönen, Gestora Educacional na Divisão de Educação Geral de Helsinki (olhem aí no Porvir), Finlândia e as frases que eu anotei de seu discurso foram:

  • O papel da escola na sociedade é possibilitar oportunidades iguais para todos. Eles sabiam que para a Finlândia ter sucesso eles tinham que promover isso.
  • Quais as competências para o futuro? (Vamos pensar?)
  • Há uma grande lacuna entre escola e a vida real.
  • A configuração da escola é quase a mesma e também a repetição da forma tradicional de ensinar e aprender.
  • Escola para quê? Competências do futuro: 1) Colaboração 2) Raciocínio Lógico 3) Criatividade
  • Será que a aprendizagem pode ser divertida e inspiradora?
  • Na escola do futuro o foco é uma aprendizagem que tenha significado. Fortalecendo também as habilidades sociais, como a colaboração.
  • A aprendizagem tem que ser vinculada com a vida real.
  • Na Finlândia a avaliação = Processo em si, não apenas no fim.
  • EDUCAÇÃO BASEADA EM FENÔMENOS: Entidades complexas, em vez de porções isoladas de conhecimento

11143713_961524523868272_1856418176293261301_n

Essa forma de pensar a Educação me chama muito a atenção. E é muito bom vermos que funciona. Sabemos que existem escolas e escolas, que cada uma funciona de um jeito, mas que na educação temos sempre que nos construir e reconstruir, pois ela está em movimento.

11947609_959919297362128_6012060397425253128_n

Esses foram alguns dos aprendizados com o Transformar 2015. No site do Transformar e do Porvir aparecem muito mais histórias e experiências de educações inovadoras (algumas informações que estão aqui busquei lá). Cheguem lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s